quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Uma dose a mais de mim.

"Brindemos aos Desabafos...
Brindemos às Emoções...
Brindemos ao diálogo aberto e verdadeiro".

"Pensando Alto", passamos, por  mais um ano.

Sonhando...
Planejando...
Buscando...
Realizando...

Quando digo "passamos", digo com todo carinho e respeito, pois nestes dois anos de Blog conheci um pouco de cada um de vocês e este "pouco" me fez crescer, aprender e evoluir.

07/10/2010, 05:55h.

Quando somos mais novos, saindo da adolescência, buscamos uma liberdade incondicional, auto-sustentável, muitas das vezes egocêntrica e egoísta.
Um Mundo utópico conhece-se de "tudo", em teoria têm-se todas as respostas, nos julgamos aptos em qualquer situação.
Os problemas começam a surgir, agora não mais existem aquelas mãos acolhedoras, de que tanto você quis fugir, não adianta correr para o seu quarto dormir, pois amanhã quando acordares ainda terá de solucionar.
As contas chegam à casa primeiro que você e agora não existe mais aquela bendita "mesada" ou aquele próximo para te salvar.
Mais e mais problemas começam a aparecer, agora já vemos uma fila deles...

Ops!!!

[...]

É quando percebemos toda contradição de "Realidade", negamos para nos afirmarmos, inúmeras foram às discussões, conflitos e teimosias para agora, darmos o braço a torcer e tomarmos o caminho certo, isto, claro, se quisermos ter uma estória com final feliz.

Seguindo este prefácio, poderíamos dar continuidade com a história de cada um de nós, variando espaço temporal e grau de dificuldades, este, variando em função da aceitação e pré-disposição de cada um, quanto mais rápido você percebe o erro, apura os conselhos e se adéqua a situação, mais rápido você o soluciona e alcança o resultado esperado.

Dando prosseguimento a este raciocínio, reparamos que os sentimentos e emoções existem para preencher todo esse vazio, de nada adiantaria esta correria "louca" se, intimamente, não houvesse uma sensação de Recompensa, de Prazer, Satisfação e/ou Conquista.

Nos dias de hoje, reparo, uma formação fragmentada, ninguém tem "tempo" para ensinar / dialogar sobre bons valores e / ou bons costumes, percebo essa corrida insana onde o mais fácil e comum é cobrar, tachar, rotular e subjugar.

Acabo por lembrar de uma música ideal como protesto.

Perfeição
Composição: Renato Russo

Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos
Covardes, estupradores
E ladrões...

Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação...

Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião...

Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade...

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta
De hospitais...

Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E sequestros...

Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã...

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração...

Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado
De absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos
O hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
Comemorar a nossa solidão...

Vamos festejar a inveja
A intolerância
A incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente
A vida inteira
E agora não tem mais
Direito a nada...

Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta
De bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou
Essa canção...

Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha!
Que o que vem é Perfeição!...

Nesta data comemorativa, venho até vocês agradecer o carinho e atenção recebida, desabafar estas lutas diárias (em comum ou não), muitas conquistas, muitas derrotas e acima de tudo, carrego comigo a Esperança e a Fé que posso fazer a diferença, posso ser a diferença para que tudo isto mude.

Na natureza nada se perde nada se cria tudo se transforma!
(Antoine Lavoisier, Conservação de Massa, Lei de Lavoisier).

E nós podemos mudar!
Nós podemos fazer com que mude!

Enquanto houver possibilidades, "Pensando Alto" estarei com vocês...

Enquanto o Mundo caminha neste Caos...
Sem ética e sem moral.

"Brindemos aos Desabafos...
Brindemos às Emoções...
Brindemos ao diálogo aberto e verdadeiro".

Tudo que foi vivido nunca será esquecido!