sexta-feira, 2 de abril de 2010

Silêncio...


Querem meu Silêncio...
Assusto, nem sei bem porque...
Talvez porque eu saia dos "Padrões"...
E mesmo assim, atinja meus objetivos.


Inveja???
De certa forma...
Sigo ignorando.


02/04/2010, 05:20h.

Nos casos e acasos deste Mundo...
São postos a mesa, o Grande Jogo...
O Jogo da Vida...
A sua pedra é da Cor e Forma que escolhestes.

Não há Vencedor onde não exista Perdedor...
Não Temas!!!
Nem por isso desistamos...
Mude a Estratégia...

Cheque seu Terreno!!!
Acredite em Você!!!
Ouse!!!
Esforce-se!!!

Vise seus objetivos...
E não os adversários que encontrarás pelo caminho...
Cada um possui a sua vez...
Artimanhas, Truques e Atalhos serão penalizados.

Você não está sozinho...
Em momento algum.

Aqui o que conta é a Experiência aliada ao Reflexo, Lógica e/ou Bom Senso.
Lembrando sempre que:

"Para cada ação há sempre uma reação, oposta e de mesma intensidade."

Cabe a Você, excepcionalmente a Você, fazer as escolhas...
Que Caminho trilhar...
A Hora e a Forma...
Somente Você.

Em cada passo serás cobrado.
Nada está escondido...
Aqui a Justiça é feita...
Ninguém passa desapercebido.

Querem meu Silêncio...
Assusto, nem sei bem porque...
Talvez porque eu saia dos "Padrões"...
E mesmo assim atinja meus objetivos.


Admitiram certas Ordens...
Não julgarei Certas ou Erradas...
Mas se tornaram com o tempo, obrigatórias...
Isso eu não aceito.

Não quero ter...
"aquela velha opinião formada sobre tudo..."
Posso mais...
Sou do tamanho de minh'alma.

A Censura é a arma da Inveja...
Disso tenho certeza.
Falso Moralismo!!!
Enoja-me. 

Já não se auxiliam as Pessoas...

Reprimem!!!
As excluem Socialmente...
Como portadoras de algum mal...
Condenam!!!

Não quero ser assim!!!

Quantos são os defeitos que dia-a-dia encontramos???
Presenciamos???
E até mesmo cometemos???
E de forma alguma são penalizados.

E talvez por isso querem calar-me...
Tentarão, eu sei...
Mas falharão!!!
Tenho comigo a "Voz do Mundo".

E no Peito carrego minha Essência...
Meus Ideais...
Sonhos e Conquistas...
Que batem cada vez mais forte.

Grito para quem quiser ouvir...

Liberdade !!! 

Não ao Silêncio!!!
Não à Repressão!!!

Querem meu Silêncio...
Assusto, nem sei bem porque...
Talvez porque eu saia dos "Padrões"...
E mesmo assim atinja meus objetivos.